Os portugueses dedicaram mais de 399 milhões de horas à internet, entre janeiro e abril de 2017. Os dados são da Netpanel meter da Marktest

Os resultados indicam uma média de 69 horas e 31 minutos por utilizador, durante o período de medição. Segundo o Netpanel, 5739 mil residentes no Continente, com 4 e mais anos, acederam à Internet a partir de computadores pessoais. Assim, por dia foram contabilizados, em média, 2577 mil utilizadores na internet.

A mesma análise refere que, no total, foram visitadas 21 mil milhões de páginas web. O que indica uma média de 3685 páginas visitadas por utilizador.

Navegação Internet (janeiro a abril 2017)

  • 5 739 000 utilizadores únicos
  • 2 577 000 utilizadores diários
  • 21 151 212 000 páginas visitadas
  • 399 005 497 Horas
  • 69h 31m Por utilizador

Fonte: Marktest, Netpanel meter

Conheça o caso de sucesso do nosso cliente Bestravel - Faça aqui o download do estudo completo

"A implementação de um projeto [de Digital Signage] desta envergadura (instalação de 44 displays em 44 localizações distintas, do Minho ao Algarve), implicou uma relevante organização logística, a qual foi, em muito, facilitada pela capacidade de resposta a desafios por parte da ArtVision.
(…) solicitações mereceram sempre a melhor atenção da ArtVision, no sentido de procurarem soluções de modo a conseguirmos ter um produto final que corresponde ao que eram as expectativas iniciais.” refere Carlos Neves - Administrador

Conheça este e outros casos de sucesso em www.artvision.pt/Case-Studies

O comércio eletrónico está a crescer a taxas elevadas na Europa, especialmente nos países do sul. As mais recentes previsões apontam para que o mercado do retalho online atinja mais de 600 mil milhões de euros no final de 2017.

No ano passado, as receitas das compras online europeias saldaram-se em 530 mil milhões de euros, representando um aumento de 15% comparativamente ao ano anterior. Espera-se que os valores subam 14% ao longo de 2017, até atingirem os 602 mil milhões de euros.

Os dados são do mais recente European Ecommerce Report, divulgado pela Ecommerce Europe, EuroCommerce e Ecommerce Foundation, que também contem informação sobre outros factos e tendências do comércio eletrónico. O relatório aponta que o número de empresas europeias que vendem produtos e serviços online ascende a 77%.

A Europa Ocidental lidera, com o Reino Unido em primeiro, reunindo 33% das vendas. São de resto os mercados mais maduros que concentram a maior percentagem de consumidores que já compram online: 87% no Reino Unido, 84% na Dinamarca e 82% na Alemanha, enquanto no extremo oposto estão países como a Roménia, Macedónia ou Bulgária.

Foi, no entanto, nos países da Europa Central que as vendas de comércio eletrónico mais cresceram em 2016, nomeadamente na Roménia (38%) e na Eslováquia e Estónia (35%).

O estudo destaca ainda as oportunidades que as compras através da internet estão a oferecer a empresas e consumidores no que ao comércio transfronteiriço diz respeito, indicando que 33% dos compradores online adquiriu bens ou serviços num país que não o seu. Este hábito tem mais impacto em países como o Luxemburgo, Rússia ou Suíça, onde supera 60% das compras online.

Os dados revelam ainda que o e-commerce é mais popular entre as gerações mais novas, com dois terços dos jovens entre os 16-24 anos de idades a comprarem online frequentemente, em comparação com apenas um terço das pessoas com idades compreendidas entre os 55-74 anos.

Conheça a nossa solução de e-Commerce em www.artvision.pt/ecommerce

Fonte: ACEPI

VOLTAR AO TOPO