Vai decorrer entre os dias 15 de outubro a 16 de novembro o inquérito de avaliação de satisfação a clientes ArtVision.

De modo a identificar áreas de melhoria, a ArtVision está a conduzir um inquérito de satisfação junto dos seus clientes que servirá como meio de diagnóstico e de análise.

O ArtVision Global Customer Survey 2018 é conduzido através de e-mail e todas as respostas serão processadas em total confidencialidade e anonimato.
No último inquérito realizado (ArtVision Global Customer Survey 2017), 95% dos clientes recomendariam a ArtVision a outras organizações.

Segundo Rui Oliveira, CEO da ArtVision, “o reconhecimento das competências da empresa deve ser constantemente aferido pois é no cliente, e na sua satisfação, que está o nosso focus. Temos que continuar a identificar oportunidades de melhoria na nossa organização e nada melhor do que os nossos parceiros de negócio nos indicarem essas mesmas oportunidades.”

Para mais informações consulte o site www.artvision.pt/GCS2018

De acordo com o estudo Bareme Internet, os utilizadores estão a utilizar cada vez mais o smartphone para pesquisas na web, estando este dispositivo a ultrapassar o PC nas preferências dos utilizadores aquando da consulta de websites

O Bareme Internet auscultou 6 012 indivíduos, sendo analisado o universo constituído pelos residentes no Continente com 15 e mais anos. O relatório teve como principal objetivo compreender os padrões de utilização da internet por parte dos portugueses, bem como quais os seus dispositivos prediletos na hora de aceder à internet.
Pela primeira vez, de acordo com as conclusões do estudo, a utilização da internet via telemóvel (57.9%) ultrapassou a utilização por PC (55.2%), confirmando a tendência de aumento de quota dos utilizadores destes dispositivos.
Os dados do Bareme Internet mostram ainda que 19.1% dos portugueses acedem à internet através do tablet, 9.3% pela TV e 5.8% pela consola de jogos. Estes valores evidenciam um maior crescimento em termos absolutos no telemóvel, seguido da TV e da consola, em detrimento do Pc e tablet, tendência que se vem configurando nos anos anteriores.
A utilização geral da internet também aumentou em Portugal, tendo atingido valores recorde este ano (70%).

Fonte: Marktest

O novo sistema e-Tax-Free, que estava em fase de testes desde o início do ano, foi no passado dia 2 de julho, anunciado no Aeroporto de Lisboa pelo Governo. A partir de agora, os comerciantes aderentes poderão reportar as vendas efetuadas através deste regime por via eletrónica à AT - Autoridade Tributária e Aduaneira em Tempo Real.

Como proceder a este report a partir do ARTSOFT?
O sistema que visa melhorar a experiência de compra dos turistas e reduzir os tempos de espera, quer durante a compra quer na validação junto da alfândega. Esta funcionalidade já está disponível como novo submódulo da Gestão Comercial, na última versão do ARTSOFT.

taxfree artsoft 1

Desta forma os utilizadores ARTSOFT que tenham Tax-Free no seu negócio, poderão agora agilizar rapidamente este processo dentro do ERP, desde produzir os documentos e-Tax-Free até à criação do o ficheiro XML para envio off-line do Tax-Free aos operadores financeiros.
A título de exemplo, o automatismo controla o valor da fatura: se o documento não atingir o mínimo de 50€ sem IVA, o documento e-Tax-Free não é finalizado. Se o valor for atingido, este fica imediatamente disponível com a indicação do ícone Tax-Free.

Porquê importa ter este submódulo ativo?
Com uma adesão de já 815 lojistas e cerca de 52 mil turistas, e a tendência é aumentar, este novo sistema do Governo permite que os turistas que residam fora da União Europeia recuperem agora o IVA das suas compras cuja fatura exceda os 50€ de uma forma muito mais fácil e rápida.

Quais os benefícios para a sua atividade?
Ao ativar este sistema facilitador de devolução do IVA, irá reduzir o tempo de gestão associado a este processo, bem como num aumento de eficiência no atendimento aos seus clientes.

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência. Ao continuar a navegar neste site, está a concordar com o uso destes cookies. Saber mais. OK
VOLTAR AO TOPO