windows 7 upgrade

Estando focada no Windows 10, a Microsoft quer que, no mais curto espaço de tempo, os utilizadores abandonem os sistemas mais antigos e que abracem esta nova versão. Para isso terminou já o suporte ao Windows XP e prepara-se para também deixar de suportar o Windows 7 até 2020.

Enquanto muitos esperam que este dia demore a chegar, a Microsoft tem outros planos e já começou a bloquear o suporte para o Windows 7 em alguns PCs com hardware específico e mais antigo.

Não foi declarado de forma oficial ou dado a entender pela Microsoft, mas a verdade é que o suporte para o Windows 7 está a ser terminado de forma subtil e muito discreta, deixando os utilizadores sem outra alternativa que não atualizar as suas máquinas.

A Microsoft tinha-se comprometido em manter atualizações de segurança no Windows 7 até 2020, garantindo a segurança deste sistema até ao último dia do suporte, mas do que tem sido reportado, para alguns PCs este foi terminado.

Com a atualização de segurança de março da Microsoft para o Windows 7 veio um problema que impedia a sua instalação em processadores que não tivessem suporte para SSE2 (Streaming Single Instructions Multiple Data Extensions 2).
 
Na prática, esta limitação, que não foi corrigida nas atualizações de segurança que foram lançadas nos meses seguintes, restringe a utilização do Windows 7 em máquinas mais antigas, onde se incluem as que têm processadores Intel Pentium III.

Agora, para a instalação destas atualizações de segurança, a Microsoft está a exigir que os utilizadores “atualizem as suas máquinas com um processador que suporte SSE2 ou que virtualizem essas máquinas”.

Fonte: Peopleware

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência. Ao continuar a navegar neste site, está a concordar com o uso destes cookies. Saber mais. OK
VOLTAR AO TOPO