A agência que obriga ao cumprimento do RGPD no Reino Unido, a ICO, multou a British Airways por violação de dados dos seus passageiros.

Durante o verão de 2018 a British Airways viu-se envolvida num ciberataque que expôs os dados de cerca de 500 mil pessoas, num ataque que envolveu 380 mil cartões de pagamento.

Os hackers atuavam através da página da internet e aplicação móvel da British Airways e tiveram acesso a logins, cartões de pagamento, nomes, moradas e informações de viagens.

O regulador britânico crê que sucesso do ataque foi culpa da falta de medidas de segurança por parte da transportadora aérea, e multou-a agora em 1,5% da sua faturação, 204 milhões de euros.

“Estamos surpreendidos e desapontados”, referiu em comunicado o presidente da British Airways, Alex Cruz, que acrescenta que “a British Airways respondeu rapidamente ao ato criminoso do roubo dos dados de clientes e não encontrou evidências de atividade fraudulenta nas contas afetadas por esse roubo”.

O IAG, grupo detentor da transportadora, vai rebater a multa. O prazo para o fazer é de 28 dias.

Fonte: IT Insight

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência. Ao continuar a navegar neste site, está a concordar com o uso destes cookies. Saber mais. OK
VOLTAR AO TOPO