O Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) registou um total de 394 incidentes de cibersegurança durante o segundo trimestre do ano, um crescimento de 124% em relação ao mesmo período de 2019.

O Centro Nacional de Cibersegurança partilhou o Boletim Observatório de Cibersegurança, o terceiro deste ano, e um dos dados diz respeito ao crescimento do número de incidentes de cibersegurança durante o segundo trimestre de 2020.

34% é a tendência de crescimento no número de incidentes registados pelo CERT.PT no segundo trimestre em comparação aos primeiros três meses deste ano, passando de 295 para 294 incidentes registados.

Em comparação com o mesmo período do ano anterior, o crescimento foi de 124%. No segundo trimestre de 2019, foram registados um total de 176 incidentes de cibersegurança.
Durante o segundo trimestre, o CERT.PT registou um total de 160 incidentes de phishing, o tipo de incidente mais frequente. O segundo mais frequente foi malware (68 incidentes), seguido de acesso não autorizado (41).

O setor bancário foi dos mais afetados durante o período em questão. 37% dos incidentes de phishing registados afetaram este setor no segundo trimestre do ano.

Explica o CNCS que “ao longo do primeiro semestre de 2020, registou-se um aumento significativo no número de incidentes entre os meses de fevereiro e abril, ocorrendo depois uma diminuição constante entre os meses de abril e junho. O aumento coincide com o momento de confinamento devido à pandemia de COVID-19. Comparando com o período homólogo de 2019, o primeiro semestre de 2020 regista um aumento de 101% no número de incidentes”.

Fonte: IT Insight

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência. Ao continuar a navegar neste site, está a concordar com o uso destes cookies. Saber mais. OK
VOLTAR AO TOPO