Depois de aprovada na Assembleia da República, foi publicada em Diário da República a “Carta Portuguesa de Direitos Humanos na Era Digital” que procura enunciar um “elenco de direitos, liberdades e garantias diversificado e abrangente”.

Foi publicada em Diário da República nesta segunda-feira, dia 17 de maio, a “Carta Portuguesa de Direitos Humanos na Era Digital”. Esta proposta tinha sido aprovada em Assembleia da República no dia 8 de abril.
Face à crescente utilização de tecnologia no dia-a-dia dos cidadãos e das organizações, Portugal passa a ter uma Carta de Direitos Humanos que procura enunciar direitos, liberdades e garantias na sua utilização.

Esta carta garante, por exemplo, o direito de acesso ao ambiente digital, à liberdade de expressão e criação em ambiente digital, ao direito à proteção contra a desinformação, ao direito à privacidade em ambiente digital e o direito à cibersegurança, entre outros.

Poderá consultar o documento com o conteúdo publicado aqui.

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência. Ao continuar a navegar neste site, está a concordar com o uso destes cookies. Saber mais. OK
VOLTAR AO TOPO